Menu

Image Map

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Flores do meu jardim.

   Bom dia pessoal!

 

   Hoje vamos dar um giro pelo meu jardim, e conhecer mais dele, tenho muitas especies aqui, e vou falar um pouco de cada uma delas, o post vai ser bastante variado e com detalhes que tenho percebido delas (plantas) que tenho por aqui, se preparem que o post é longo.

  Para quem gosta de ler, vai ser um prato cheio, porém para quem não gosta de ler, pode ficar com os vídeos que estou postando no canal, que também é bem variado, então passem lá também, mas não abandonem este jardim aqui, ok?

   A primeira planta é a orquídea Phaius grandifolius, bastante usada em jardins, por sua facilidade de cultivo, é verdade! Com solo rico em matéria orgânica, ela se dá muito bem na meia sombra, não suporta sol por muitas horas, então o indicado é plantar em local próximo a arvoretas ou muros que façam sombra na parte do dia que o sol for mais forte.

  Suas folhas lembram a de uma palmeira, são de até 50 centímetros, que originam-se do bulbo, formando touceiras, em que originam novas mudas.  É facilmente propagável pela divisão de touceiras.  A floração começa na primavera, mas já antecipou a florescência, no caso das minhas plantas.

  No canteiro ela se localiza ao redor, formando um macico, que fechou completamente o canteiro, que tem ao centro um pé antigo de xaxim, espécie em extinção que meu marido acha horrível mas como eu gosto ele permanece lá, o que é muito bom, pois forma sombra na orquídea.

   O sol forte sobre ela não é indicado, pois já tive em um canteiro aberto e as folhas queimam e a planta quase chegou a morrer. Regas semanais, somente quando não chover, pois canteiros contam com a ajuda da mãe natureza, e assim tomam chuva, água muito melhor e mais pura que a da torneira, mesmo com todo tratamento que ela passa.


   A próxima plantinha é a tlandsia, que floriu pela primeira vez em meu jardim, é uma espécie que eu tenho a muitos anos, porém nunca deu flor, ela está presa o pé de palmito, e deu muitas mudas ao redor da planta mãe.

  Uma mudança que fiz nesta canteiro que está esta tlandisia, foi  com certeza a poda da minha justícia, que estava bem grande, e com consequência a tlandisia apanhou mais sol que costumava tomar, pois vivia na sombra da justícia. Percebi uma mudança na coloração das folhas, que ficaram levemente rosadas, e apontou pela primeira vez duas hastes floral.    A inflorescência, não é tão chamativa, mas vale a experiência com esta nova planta, as brácteas vermelhas recobrem as flores que vão apontando uma de cada vez a medida que outras vão secando, e nunca abrem de uma vez só, que seria interessante, pois a inflorescência seria muito mais bonita e chamativa.
                                    
    As flores brancas são delicadinhas a ponto de no outro dia, já esterem secas, mas cada dia tem uma aberta. é de fácil cultivo, vive presa no tronco e apanha chuva e raramente regas que eu faço. Quanto á substrato, ela não é exigente, pode ser colocada presa em tronco de árvore, pois é uma epífita. Estou fazendo um teste com ela, em substrato arenoso, mas como um pouco de húmus e vamos ver se ela se adapta, e assim que der algum resultado eu mostro á vocês.



    Esta plantinha da sequencia, está dando trabalho novamente, depois de transplantar e ela se dar bem no novo substrato e até dar flor, que vocês podem conferir aqui , ela começou novamente a dar sinais de desidratação, e não perdi tempo e replantei novamente, mas desta vez, acho difícil conseguir salvar alguma desta plantinhas que vocês podem ver da foto.

    A stapélia é uma planta suculenta que não suporta solo encharcado por muito tempo, ela apodrece com facilidade, mas desta vez não foi apodrecimento, mas sim as cochonilhas nas raízes, que sugam a seiva da planta até a morte, se não for constatada a tempo.

    Desta vez, refiz o procedimento de tirar toda a terra, e joga-la fora, lavar a planta e deixa-la em repouso, passando óleo mineral, e depois salpicando canela, as fotos são do dia que fiz todas estas etapas para salva-la, o que foi em vão, pois deu muita chuva, e elas começaram a apodrecer, então o jeito foi cortar e cortar, até que eu conseguisse obter alguma muda saudável, e consegui e vou mostrar em vídeo.
    Vocês não vão creditar em quantas mudas se salvaram de todas estas na foto. Realmente ela se torna de difícil cultivo, por causa do clima da minha cidade que é muito chuvoso.


  Espero que tenham gostado dos detalhes das minhas plantinhas, assim quem estiver com alguns probleminhas ou simplesmente quer saber mais da plantinhas que tem em casa, pode se basear aqui neste post, que espero ter ajudado, quem gosta, com as experiencias que tenho no meu cantinho.

Confira também! Ixora 6
                            Borboleta anarthia e cravinas.

  Eu e minhas plantinhas deseja um ótimo dia á todos!

  Simone Felic

2 comentários:

  1. Olá Simone, adorei seu jardim, adoro plantas também , mas nem posso cultivar moro em região muito quente, elas não aguentam, a não ser as marias sem vergonha, mesmo assim enfeitam meu mini jardim.

    Grata pela visita. Bjs!

    ResponderExcluir

Seja bem vindo!
Postagens aos domingos.
Seguidas sempre serão retribuídas.
Perguntas sempre serão respondidas,
Contato também no Face e Instagram, me segue lá.
E não esqueçam de curtir a fã page.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...