Menu

Image Map

segunda-feira, 30 de maio de 2016

Poema / Recuperando cacto novamente.

Bom dia pessoal!!!


A frase para refletir do dia


Em tempos de embustes universais, dizer a verdade se torna um ato revolucionário.George Orwell


  E hoje trago mais um poema com um dos títulos que foram palpitados pelos amigo(as)... Este título foi palpitado pela amiga Ailime.

                                                     Agarro o tempo com as palavras



    E hoje é dia de poema.

Ó palavras que escorrem do meu coração, escorrem como água de boca sedenta, as agarro como agarro o tempo, tempo que foge, tempo insuficiente, te agarro palavras, palavras não ditas, palavras que fugiram, fugiram como o tempo que não volta mais.
Tempo que não recupero, nem para viver, nem para falar,
Quero te agarrar, ó palavras, quero te agarrar ó tempo, mas são dois fugitivos que nunca conseguirei agarrar, aproveito o tempo presente e as palavras que saem agora, pois fogem com facilidade correndo de mim. Neste tal tempo, escorra para meu coração sedento de palavras que matem esta sede.
                                                                          Simone Felic




   E falando de plantinha...


   Com a diminuição de tantas plantinhas, fica mais fácil cuidar e observar as que estão com problemas, como foi o caso deste cacto que tentarei recuperar como este outro cacto que recuperei ano passado, pelo excesso de água, desta vez não foi excesso de água, ele simplesmente parou de crescer seu centro, virando para dentro o que foi muito estranho, e aí que percebi que tinha algo errado.

   Quando o cacto está sadio, ele sempre está com o centro dele se renovando, formando novos espinhos. Retirei ele do vaso, e percebi que não tinha raízes, limpei e polvilhei canela em sua base, que não tinha nenhum ferimento, mas preferi colocar mesmo assim, e replantei.



   E hoje trago esta visitante tão fofinha que sou apaixonada, ela é muito vorás, quando se trata de pulgões, de vez em quando acho alguma por aqui, desta vez ela estava no pé de tomate que vou mostrar em outro dia.
                                                         Simone Felic




   Por hoje é só, fiquem com Deus!!!

Veja também!Onze horas.
                      Compactação do solo.

37 comentários:

  1. As joaninhas além de serem muito bonitas são muito úteis no controle de pragas.
    Um abraço e boa semana.

    ResponderExcluir
  2. Uma boa semana para você !!!
    Sabe que se pode comprar bebés joaninha para controlar pragas de pulgões ?
    Bjs e boa semana !
    Anna

    ResponderExcluir
  3. Adorei o poema., lindo! E a visitante vermelhinha,rs ADOOOOORO! bjs, linda semana! chica

    ResponderExcluir
  4. Os olhares estão lindos...a dica de alerta no caso do cato...excelente!
    Gostei do poema...bj

    ResponderExcluir
  5. Os olhares estão lindos...a dica de alerta no caso do cato...excelente!
    Gostei do poema...bj

    ResponderExcluir
  6. Amei ler as suas palavras,falando sobre o tempo Simone!
    Lindas e de muita reflexão.
    Bjs e uma ótima semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  7. Bom dia florzinha... Achei o poema lindo demais para o senhor tempo! Es obre a plantinha você é a doutora delas né? Acho maravilhoso esse amor pelas plantas. Agora essa fofa joaninha ela sempre e beleza nossas plantas. Tem umas que são com bolinha já viu? Aiii adorooo, acho lindo!

    Beijos minha linda e tenha um lindo dia.

    ResponderExcluir
  8. Oi, Simone!
    Cuidar da saúde de uma planta é deveras coisa admirável. Talvez estranhe eu dizer isso, porque afinal você é apaixonada por plantas; mas ainda assim revela muito do que há no coração. Enquanto isso, a humanidade como um todo, formada por pessoas geralmente mais voltadas para si, para o individuo, vai colhendo dores, tristezas e solidão.

    Que é que se vai fazer...?

    Grande abraço, menina!

    ResponderExcluir
  9. Poema lindo, não podemos controlar o tempo.

    Uma semana abençoada pra você.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  10. Oi Si!
    Não consegui deixar uma mensagem no face, mas mesmo sabendo que estou atrasadinha, não poderia deixar de passar por aqui p/deixar um abraço muito, muito apertado e p/te desejar toda felicidade do mundo!
    Parabéns minha amiga querida!
    Quanto ao seu post, mais um lindo. Me apaixonei pela joaninha kkk

    Bjsssssssssssss

    ResponderExcluir
  11. Tomara que o cacto se recupere!!!
    E eu amo joaninhas.. são tão fofinhas.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Tiempo de vivir y tiempo de vida, como la mariquita sobre la hoja.
    Hermoso poema, me ha gustado mucho.
    Beijihnos!

    ResponderExcluir
  13. Oi Simone!
    Quero te desejar tudo de bom amiga! Saúde, paz e muitas felicidades!
    Tentei deixar uma mensagem no face, mas não consegui...
    Teu post tá lindo... xonei ♥ por essa joaninha!
    Feliz semana, bjus!

    ResponderExcluir
  14. Hoje o post está mais que especial Sí!!
    Que lindo poema, vc escreve maravilhosamente bem! Já virei fã!

    Ontem foi seu dia, não consegui deixar um recadinho no seu facebbok, mas deixo aqui todo meu carinho e desejos de muita saúde, amor e que aquele seu desejo antigo vire realidade neste novo ano! Fiquei babando pelo seu bolo, que além de lindo parecia delicioso <3

    Mil beijos, semana abençoada pra vc

    ResponderExcluir
  15. Olá, querida Simone!
    A frase é linda, gostei muito!
    Amo Joaninhas acho elas super fofinhas enfeitam os jardins!

    Beijinhos, abençoada semana junto a sua família! ♥

    ResponderExcluir
  16. Que linda flores amei, tenha uma semana abençoada.
    Blog:http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderExcluir
  17. Um poema derramado com grande vontade... Gostei, também do tema da Ailime!!
    A Joaninha tá um charme só!!
    Beijos e boa semana p vc...

    ResponderExcluir
  18. Boa noite Simone,
    Muito obrigada por ter "agarrado" o título que sugeri e com o qual construiu um belíssimo poema.
    Desconhecia que polvilho de canela era bom para as plantas.
    A joaninha é o bichinho que mais gosto assim como pirilampos que em criança via constantemente.
    Beijinhos e boa semana.
    Ailime

    ResponderExcluir
  19. Olha com a correria aqui sem parar em casa a maioria das minhas plantinhas morreram, só fiquei com os cactos, agora estou pensando em adquirir mais suculentas... rsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para quem trabalha o jeito é ter cactos e suculentas mesmo.
      bjs

      Excluir
  20. Oi Si, adorei o poema. E tomara que o cacto se recupere. A joaninha é uma visita muito querida e linda, mas elas não tem aparecido aqui no meu jardim.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  21. Lindo poema!
    As joaninhas são sempre umas visitas lindas :)
    Apanhou essa na perfeição!
    Boa recuperação para o cacto! Tenho a certeza de que vai ficar bom :)
    Um beijinho

    ResponderExcluir
  22. Ótima postagem Simone; as palavras em forma de verso sempre combinam bem com a natureza, as plantas e as flores. Grande abraço!

    ResponderExcluir
  23. Não conhecia dica da canela! Vou tentar aqui!!

    Beijos!

    EsmaltadasdaPatyDomingues

    ResponderExcluir
  24. Olá Simone, fazia tempo que não vinha por aqui, é porque ando mais pelo instagram... Estou recuperando meus cactos aos pouquinhos, já consegui recuperar dois e depois vou mostrar lá no blog, com outros dois que eu amava, não teve jeito e morreram, mas meu projeto é comprar mais. Um xeru!

    Sandra
    http://pedacinhobysandra.blogspot.com.br/2016/05/1-projeto-por-mes-kit-da-lorenna.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sandra
      Eu também ando por lá, mas aqui é meu filho querido não consigo deixar ele
      de lado, o blogginho é do coração.Para dar certo sua coleção de cactos não regue de mais
      e coloque em local bastante iluminado com pouco de sol.
      bjs

      Excluir
  25. Oi Simone lindo poema;
    A joaninha é o predador mais lindo que conheço kkk
    Abraços

    ResponderExcluir
  26. Simonamiga


    Olá!

    Depois de enormes confusões, de muitas decepções de várias ocasiões de desespero e na alternativa de me suicidar, que não me pareceu muito saudável, decidi continuar – e por isso aqui estou.

    Pensei tomar 25 gramas de raticida diluído em ácido sulfúrico, com umas pitadas de arsénico; simultaneamente cortaria os pulsos e atirava-me da ponte 25 de Abril e durante a viagem até chegar ao Tejo daria um tiro na mioleira; como complemento e para ficar seguro de que não o meu cadáver ficaria absolutamente falecido, e na mesma altura enforcava-me. Sair-me-ia caríssimo. Desisti.

    Por isso repito o que venho dizendo muito empenhado (já nem tenho cotão nos bolsos): A Nossa Travessa está à disposição total, inultrapassável e inadiável. É http:///anossatravessa.blogspot.pt onde fico à espero de muitas visitas e muitos comentários. Obrigado

    Qjs

    Leãozão


    ResponderExcluir
  27. Oii Si que poema mais lindo o tempo tem que ser muito bem aproveitado as vezes deixamos passar tantas coisas!!
    Eu perdi uma plantinha outro dia por excesso de água replantei em outro lugar para ver se ela reage!!
    Que visitante mais fofinha!
    Beijos boa semana!
    http://detudoumpoucosil.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  28. Parabéns Simone pelo lindo poema.
    Bom receber visitantes tão bonitinhos,que junto com as plantinhas deixam o jardim mais alegre.
    Beijos

    ResponderExcluir
  29. Lindo poema Simone, maravilhoso
    O cuidado com as plantinhas me admira viu

    Parabéns

    Bjus

    Lih

    ResponderExcluir
  30. Oi Simone
    Não sabia sobre esta dica de colocar canela na recuperação de cactos, bom saber.
    Lindo poema.
    Beijo

    ResponderExcluir
  31. Oi Simone,
    Você está lindo com seu outro visual e as plantinhas sempre lindas. Gostei da Joaninha.
    Beijos
    Minicontista2

    ResponderExcluir
  32. Boa tarde, Simone!
    A frase de George Orwell, é muito apropriada para refletirmos o atual momento!
    Amei o seu poema e a facilidade como lidas com as palavras, parabéns!
    Tenho muito mato aqui e não há joaninhas vermelhinhas, vou ver se encontro...
    És paciente e cuidadosa com suas plantinhas, razão do seu sucesso...
    Excelente final de semana, abraços carinhosos
    Maria Teresa

    ResponderExcluir
  33. Vou dizer o que depois de um poema desse ?
    > M A R A V I L H O S O P O E M A! <

    Gostei da ideia de palpites de títulos, isso ajuda muito a escrever, da inspiração e incentiva a gente a continuar a escrever.

    Bjo Simone

    Lyu Somah
    http://lyusomah.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  34. Que lindinha a joaninha, sempre me faz lembrar da infância. Gostava de vê-la caminhar pela minha mão.
    O poema é belo, assim como o seu amor pelas plantinhas, Simone.
    beijinho.

    ResponderExcluir

Seja bem vindo!
Postagens quartas e domingos.
Seguidas sempre serão retribuídas.
Perguntas sempre serão respondidas,
Contato também no Face e Instagram, me segue lá.
E não esqueçam de curtir a fã page.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...